Ficamos felizes com a sua presença!

Escola De Educação Infantil Vovó Esther
Rua Três Pedras, 288 Vila Alpina São Paulo
Telefone: 2917-1547
e-mail: escolavovoesther@hotmail.com

quinta-feira, 24 de março de 2011

PROJETO BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS DO TEMPO DA VOVÓ

     Qual não é a surpresa dos pais quando o filho chega da escola cantando uma canção muito antiga ou sugerindo uma brincadeira que eles ainda guardam na memória? Hoje, especialmente nos projetos educacionais que privilegiam o folclore brasileiro, muitas brincadeiras da infância dos avós ou bisavós são resgatadas na escola. e ainda fazem o maior suceso! Desde a canção Ciranda cirandinha até pular amarelinha ou brincar de pique-esconde, muitas das brincadeiras que a turminha moderna curte já encantavam crianças há mais de um século. Que tal um passeio pela história dos brinquedos no Brasil?
     Os primeiros brinquedos e brincadeiras das crianças brasileiras eram ligados à vida natural, como banhos de rio e passeios no mato. Depois, com a colonização do país pelos portugueses, surgiram pipas de papel, bilboques e dominós. Entre as formas de diversão mais apreciadas pela meninada, merecia destaque o teatro de marionetes.
     A presença dos escravos negros trouxe as cantigas de ninar e importantes personagens do nosso folclore, como o saci-pererê, a mula-sem-cabeça, a cuca, o lobisomen e tantos outros.
     No século XIX, chegaram os primeiros brinquedos produzidos na Europa, com a vinda da família real portuguesa para o Brasil. Foi então que começaram a fazer parte do universo infantil brasileiro, nas famílias da corte, bolas de gude, soldadinhos de chumbo, espadas e bonecas de porcelana. Nessa época também foram introduzidas na nossa cultura as cantigas de roda trazidas pelos imigrantes europeus.
     É no final desse século que chegam ao país a bola de futebol e as regras do joso que até hoje encanta brasileiros. Surgem a bicicleta, carrinhos e trens de metal e bonecas de madeira. Mas isso não impediu as crianças de construírem seus próprios carrinhos de rolimã, cavalos de pau e bonecas de pano. Só no início do século passado começaram a funcionar no país as primeiras indústrias de brinquedos, o que levou ao lançamento de jogos como varetas e bonecas mecânicas. Alguns brinquedos que ainda hoje viram a cabeça da garotada apareceram na década de 60, como a boneca Susi, o autorama e carrinhos elétricos. Da mesma época é o forte apache.
     Nas últimas décadas do século XX, a indústria de brinquedos faz inúmeros lançamentos, como robôs, jogos de estratégia, o caleidoscópio, videogames e jogos eletrônicos e de tela líquida. Depois, a sofisticação ganha esse mercado e é a vez de bichinhos e inúmeros jogos eletrônicos de tecnologia japonesa.

OBJETIVO: O projeto tem por objetivo oferecer ao aluno um período recreativo, de modo organizado e programático a fim de que ele possa aprender e conhecer de forma lúdica os brinquedos e brincadeiras que fazem parte da História do Brasil aproveitando seu período de férias na escola.

CONTEÚDO:
  • Brincadeiras em sala de aula;
  • Brincadeiras ao ar livre;
  • Desenhos livres e direcionados;
  • Pintura livre e direcionada;
  • Dobraduras e colagens livres e direcionadas;
  • Leitura de fábulas e contos;
  • Músicas;
  • Construção de brinquedos com sucata.

ESTRATÉGIA:
  • Brincar com os alunos utilizando brinquedos de encaixe variados a cada dia, massinha, quebra-cabeça, etc. em sala de aula.
  • Brincar com os alunos envolvendo-os em jogos de grupo como corre-cotia, dança da cadeira, gincanas, coelho sai da toca, batat-quente, vivo ou morto, amarelinha, pular corda, estourar bexiga, cabo e guerra, dança da laranja, cinco marias, queimada, pipas, bolinhas de gude, peteca, etc. Essas brincadeiras deverão ser realizadas ao ar livre com ou sem a utilização de músicas.
  • Oferecer aos alunos a oportunidade de se expressarem através de seus desenhos realizados em folhas diversas com o uso de tinta guache com o pincel e/ou com as mãso. Estes desenhos poderão ser dirigidos por um tema trabalhado antes ou poderá ser de tema livre.
  • Incentivar os alunos a construirem dobraduras e colagens de diversas formas e temas. Estas dobraduras poderão ser parte de um livro ao final do projeto contando uma história.
  • Ler para os alunos diversos tipos de texto como histórias, contos, fábulas, recortes de jorais, etc.
  • Cantar com os alunos música infantis e que nos remetem ao tema do projeto.
  • Levar os alunos a construírem um brinquedo utilizando sucata de garrafa pet ou caixa de leite para levarem para casa.
PRODUTO FINAL: Serão utilizadas atividades de pintura com tinta, giz de cera, lápis de cor, desenho livre e dirigido, dobraduras, colagem, pincel etc. para a confecção de um livro contando sobre as brincadeiras e brinquedos do tempo da vovó. Deverá ser confeccionado utilizando folhas de sulfite interias, com capa contendo o nome da criança, título e desenho a escolher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU RECADO!

Postar um comentário